sexta-feira, 10 de março de 2017

Construindo pistas com Lu Lancellotti

Troquei uma ideia com o Luiz "Lu" Lancellotti, da Lance Tracks que anda construindo pistas alucinantes Brasil a fora. Confere nosso desenrolo!


Fale sobre a carreira do “Lu”, aquele moleque que andava de bike, sobrinho do KDRA, que dava rolé desde pequeno e anda até hoje. Como estão os rolés e as provas como atleta. Elas ainda fazem parte da sua vida?

Tudo começou em 1995 com incentivo do pai e tio Kdra (profissionalmente) e pela minha mãe (divertidamente) no bicicross.
Passaram anos e muita coisa rolou andando de MTBike e BMX, foram títulos nacionais, regionais, Panamericanos, Sulamericanos e até mesmo mundiais.

E como começou essa carreira de construtor de pistas?

Hoje com a precariedade de pistas para a base das diversas modalidades em geral, tenho me apegado a fundo na construção das pistas de BMX, sendo algumas oficiais e outras fora do padrão, visando a base, porém atendendo até um praticante de alto nível.
O apego pela construção começou mesmo em Jarinu, sendo muito incentivado pelo meu amigo piloto, Person Pauletto, na qual sempre teve pistas em seus quintais, onde toda vez que eu ia me hospedar para algumas pré-temporadas, para treinos aproveitávamos para praticar a construção e dar aquele "talento" das pistas.
A grande vontade de trabalhar no ramo surgiu há 5 anos, a partir do momento em que o piloto Paulo Ricardo "Batata" me chamou para reformarmos a pista do Parque Jacuí na zona leste de São Paulo.




Sua profissão é Track Builder ou vc divide seu tempo com outro trabalho?

A partir de então, postando fotos diárias desse trabalho a coisa pegou. Agora sou Track Builder!
Trabalhava no ramo artístico na área de pinturas e designer gráfico, mas não tive mais tempo para pensar em outra fonte de renda, pois além da satisfação, o meu intuito maior é deixar o legado por onde passo, atingindo principalmente as crianças, pois penso em inovar a base e o futuro da nossa história sobre rodas no Brasil.

Os projetos de pumptrack se modernizaram com o tempo e o uso do asfalto gera uma longevidade à pista e oferece espaço também para outros como o skate, o patins, patinete… Como você vê essa evolução?

Mairiporã com certeza foi uma das obras mais completas q fizemos. Nela envolvendo Eduardo Arruda, João Brentan, Edu Natario e Marrom MC. Lá, atingimos todos os públicos, sendo eles do skate, patins, patinete e bmx pelo fato de usarmos um mix do asfalto com a terra.
O asfalto gera muito menos manutenção e oferece vida longa à pista, porém é caro e difícil para as Prefeituras entenderem o uso dele para a pratica do esporte de ação.
Hoje eu vejo o pumptrack como base geral para todos os esportes, pois lhe dá noção corporal junto com a física exercida para o melhor desempenho. É muito útil para os praticantes de skate, patins, surf, snowboard, bike em geral, mas principalmente os do BMX pois é de lá que ele surgiu!

Quais os projetos mais importantes e/ou recentes que a Lance Tracks, ou seja, o "Lu", esteve envolvido?

Pista Municipal de Jundiai:
Pista na qual tive aprendizado especial na parte topográfica, de maquinários e drenagem.

Ela atendeu todos os níveis do bicicross desde a base até os profissionais do ramo.




Mairiporã Pump Arena:
Local situado no centro da cidade de Mairiporã-SP, onde atingiu todos os públicos sendo eles do skate, bicicletas em geral, patinadores e praticantes do patinete.
Chamou a atenção da cidade toda, pois é pequena. Virou ponto de encontro depois das escolas e encaminhou muitas crianças a terem um esporte como base, desviando-as para possíveis caminhos indesejáveis.
Além do que está localizada numa região onde é muito forte no cenário das duas rodas sendo eficiente para os treinamentos de pilotos de motocross, bicicross e praticantes do mountain bike.






Pietro Bike Park (Pitrack, Dois Irmão-RS):
Voltado para iniciantes e profissionais do bicicross racing, dando a oportunidade de em um só local aprimorar todos os tipos de técnicas aplicáveis! Acabamento em terra com sistema completo de drenagem dando maior sustentabilidade ao local.
Ocorrem treinos semanais por sócios e a pista é frequentada por pilotos de todas as idades!







Se você está procurando um profissional qualificado parar dar vida ao seu sonho, fala com o Lu, que estará em boas mãos:
Contato: (11) 97494-1026.


Um comentário:

  1. Realmente serviço de ponta por quem anda e entende de Bike parabéns

    ResponderExcluir